Pular para o conteúdo
Início » Ações Preferenciais: O Que são?

Ações Preferenciais: O Que são?

acoes-preferenciais
Compartilhe este Post

Se você está pensando em investir no mercado de ações, provavelmente já ouviu falar sobre ações preferenciais.

Mas o que são exatamente essas ações e quais são suas vantagens e desvantagens?

Neste guia completo, vamos explorar detalhadamente o mundo das ações, desde sua definição até como escolhê-las para sua carteira de investimentos.

O Que São Ações preferenciais (PN)?

As ações preferenciais são um tipo de investimento oferecido pelas empresas no mercado de ações.

Elas conferem aos seus detentores certos privilégios em relação às ações ordinárias, como prioridade no recebimento de dividendos e no reembolso do capital em caso de falência.

No entanto, as ações geralmente não concedem direito a voto nas assembleias de acionistas.

As empresas emitem ações para atrair investidores que buscam um retorno mais estável e previsível do que as ações ordinárias.

Essas ações podem ser uma opção interessante para aqueles que procuram rendimentos constantes em seus investimentos.

Benefícios das Ações Preferenciais

  • Prioridade nos Dividendos: Detentores dessas ações têm preferência no recebimento de dividendos em relação às ações ordinárias.
  • Direito a Resgate Prioritário: Algumas ações preferenciais têm o direito de serem resgatadas pela empresa em um prazo determinado, dando aos investidores prioridade no recebimento do valor do resgate.
  • Menor Risco em Crises: Em momentos de crise, as ações preferenciais são consideradas menos arriscadas do que as ações ordinárias, pois os detentores têm prioridade no recebimento de ativos em caso de falência.
  • Estabilidade nos Pagamentos de Dividendos: As ações preferenciais geralmente oferecem um pagamento de dividendos mais estável e previsível do que as ações ordinárias, contribuindo para uma renda constante.
  • Potencial de Valorização: Embora menos voláteis que as ações ordinárias, as ações preferenciais ainda podem apresentar valorização ao longo do tempo, especialmente em empresas sólidas e bem geridas.

Diferença entre Ações Preferenciais, Ordinárias e Units

Quando se trata de investir no mercado de ações, é fundamental entender as diferenças entre os tipos de ações disponíveis.

As ações preferenciais, ordinárias e units são os principais tipos de ações negociadas no mercado, cada uma com suas próprias características e vantagens.

Ações preferenciais (PN)

As ações preferenciais oferecem aos investidores certos benefícios em relação às ações ordinárias.

Uma das principais diferenças é que as ações preferenciais geralmente têm prioridade no recebimento de dividendos.

Além disso, eles também têm preferência no reembolso do capital investido, em caso de falência.

No entanto, em troca desses benefícios, os detentores dessas ações geralmente não têm direito a voto nas assembleias de acionistas.

Ações Ordinárias (ON)

Por outro lado, as ações ordinárias conferem aos investidores o direito a voto nas assembleias de acionistas e participação nas decisões estratégicas da empresa.

Os detentores de ações ordinárias geralmente consideram-se proprietários da empresa e têm direito a uma parte dos lucros distribuídos na forma de dividendos.

No entanto, em caso de falência, os detentores de ações ordinárias recebem pagamento apenas depois que os detentores dessas ações e outros credores pagam integralmente.

Units

As units são pacotes de ações que incluem tanto ações preferenciais quanto ordinárias de uma mesma empresa.

Elas são negociadas como uma única entidade no mercado de ações, oferecendo aos investidores uma maneira conveniente de diversificar sua carteira com uma única transação.

As units podem ser uma opção atraente para investidores que desejam obter exposição a diferentes tipos de ações em uma única compra.

Principais Diferenças

  • Direito a Voto: Enquanto os detentores de ações ordinárias têm direito a voto nas assembleias de acionistas, os detentores de ações preferenciais geralmente não têm esse direito.
  • Prioridade nos Dividendos: Os detentores de ações preferenciais têm prioridade no recebimento de dividendos em relação aos detentores de ações ordinárias.
  • Prioridade no Reembolso: Em caso de falência, os detentores dessas ações têm prioridade no reembolso do capital investido em comparação com os detentores de ações ordinárias.
  • Diversificação: As units oferecem aos investidores a oportunidade de diversificar sua carteira com uma única transação, incluindo tanto ações preferenciais quanto ordinárias de uma mesma empresa.

Ao decidir entre investir em ações preferenciais, ordinárias ou units, os investidores devem considerar seus objetivos de investimento, tolerância ao risco e preferências pessoais.

Cada tipo de ação tem suas próprias vantagens e desvantagens, e a escolha certa dependerá da situação financeira e das metas de investimento de cada indivíduo.

Como Escolher Ações Preferenciais?

A escolha das ações certas para sua carteira de investimentos requer análise e consideração cuidadosas.

Aqui estão algumas dicas para ajudar você a fazer a escolha certa:

  • Analise o Setor: Avalie o desempenho do setor em que a empresa está inserida, considerando fatores como concorrência, regulamentação e tendências de mercado.
  • Verifique a Saúde Financeira: Analise os balanços financeiros da empresa, verificando sua lucratividade, endividamento e histórico de pagamento de dividendos.
  • Avalie o Histórico de Dividendos: Verifique se a empresa tem um histórico consistente de pagamento de dividendos e se esses dividendos têm sido crescentes ao longo do tempo.
  • Considere a Liquidez: Avalie a facilidade de compra e venda das ações no mercado, pois a liquidez pode afetar a volatilidade dos preços.
  • Fique Atualizado: Mantenha-se informado sobre o mercado de ações e os acontecimentos que podem impactar as empresas em que você está interessado.

Conclusão

As ações preferenciais podem ser uma parte valiosa de uma carteira de investimentos, oferecendo benefícios como prioridade nos dividendos e menor risco em momentos de crise.

No entanto, é importante realizar uma análise cuidadosa antes de investir, considerando fatores como o setor da empresa, sua saúde financeira e seu histórico de pagamento de dividendos.

Com a devida pesquisa e acompanhamento do mercado, você pode tomar decisões informadas e construir uma carteira de investimentos sólida e diversificada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *